Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

insubmisso-sempre


Domingo, 09.02.14

PRAXADOS!

 

O ministro da Educação não quer outra coisa que não seja reunir vezes sem conta para falar… da praxe. Mais difícil é sentá-lo para falar dos problemas das escolas, das dificuldades cada vez maiores dos professores na profissão ou dos efeitos nefastos dos sucessivos cortes orçamentais, tanto na Educação como na Ciência.

Os problemas agravam-se e multiplicam-se, mas Nuno Crato não responde às reuniões que lhe são pedidas para negociar soluções e refugia-se em evasivas, dando-lhe enorme jeito ter-se instalado, na sociedade, este debate sobre a praxe académica.

Desde a tremenda derrota sofrida em dezembro com a suspensão da PACC, coincidente com o grande “Não!” dos professores a essa injusta e humilhante prova, que o ministro apenas aparece para falar de assuntos que reúnam algum consenso social ou, então, integrando o séquito de Passos Coelho.

Percebe-se este processo de reciclagem política, mas é absolutamente inaceitável que, praxes à parte, o ministro da Educação e Ciência não esteja a cumprir a sua obrigação que é a de garantir o bom governo dos setores que dirige. É caso para afirmar que, com este ministro, a Educação está praxada... e mal paga!

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

por insubmisso-sempre às 22:59

Sábado, 25.01.14

Pt q Pr a Px

São, na verdade, abjetas muitas das formas como se concretizam as praxes. Para chegar ao topo de hierarquia basta berrar que nem um parvo e beber que nem esponja. E depois é aquela figurinha estúpida de quem vai ao lado da manada com ar superior, faltando, no entanto, saber o principal: superior a quê?

Tem razão Pacheco Pereira sobre a abjeção:

http://www.publico.pt/sociedade/noticia/a-abjeccao-1621031

E tínhamos também nós razão, pessoal da UEC, quando nos finais dos anos 70 decidimos dar uns encostos nos jotas da direita (s, com e sem d) que forçaram a reposição da praxe. Perdemos, claro, porque o peso do negócio foi mais forte. O comércio, a restauração, as cervejeiras e os partidos do agora chamado arco do poder nunca se deixariam derrotar perante tão  tão apetecível coisa. Uma vez mais, o dinheiro e a estupidez sairam a ganhar.

Autoria e outros dados (tags, etc)

por insubmisso-sempre às 16:18


Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Março 2014

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031