Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

insubmisso-sempre


Domingo, 05.01.14

A BAIXA VISÃO DE CAVACO

O Presidente da República tem, por vezes, vertido lágrimas de crocodilo a propósito dos sacrifícios impostos sempre aos mesmos pelas atuais políticas do governo, mas quando se trata de lhes dar aval, ele aí está na primeira linha. A declaração que fez no dia de ano novo foi, mais uma vez, algo que seria mais próprio de um chefe de governo que de um Presidente da República, o que parece confirmar que Cavaco Silva é, verdadeiramente, o chefe do atual governo.

Preocupante no discurso foi que o PR tenha afirmado que, apesar de tudo, as liberdades ainda se mantinham e as pessoas podiam continuar a exercer os seus direitos democráticos. Foi mais ou menos assim. Que quereria Cavaco dizer com tais palavras? Será que os portugueses deverão dar-se por muito satisfeitos por poderem exercer os direitos que a Democracia garante e a Constituição consagra? Era o que mais faltava, que afirmando-se o Estado Português como de Direito Democrático, os portugueses tivessem de agradecer por poderem exercer a democracia.

Os portugueses deverão é contestar cada vez mais por não viverem uma democracia plena e reclamá-la. Isto porque não é democrático um Estado:

- deixar que milhares de crianças passem fome;

- obrigar ageração mais jovem e qualificada a emigrar;

- atirar 1/5 da população ativa para o desemprego;

- negar medicamentos e tratamentos a doentes oncológicos e outros;

- roubar permanentemente os aposentados e reformados;

- atacar os serviços públicos como ataca, pretendendo desmantelá-los;

- deixar morrer idosos por já não terem dinheiro para os medicamentos!

Era isso e mais algumas coisas que Cavaco deveria ver e exigir do governo outras políticas. Mas Cavaco parece andar de vistas curtas... ou não.

Autoria e outros dados (tags, etc)

por insubmisso-sempre às 01:50

Domingo, 05.01.14

A CONSTITUIÇÃO NÃO É UM PROBLEMA, CARO MELO. PROBLEMA É O "SEU" GOVERNO!

O deputado europeu Nuno Melo, do CDS, afirmou que a Constituição era uma problema para Portugal. É vergonhoso que deputados - que deveriam ser garantes da democracia e da própria Constituição - façam afirmações desse tipo. A Constituição da República Portuguesa nunca será um problema para o país, pois ela é o garante da própria democracia. Problema é o governo que a viola e que impõe políticas e meddias que são assassinas da dignidade de um povo, que é o nosso. Que quereria Nuno Melo? que o governo pudesse fazer tudo o que quer, incluindo espezinhar o povo? Já espezinha, só que não consegue, porque não pode, pisar até matar como, provavelmente, desejaria. Não há-de consegui-lo.

Autoria e outros dados (tags, etc)

por insubmisso-sempre às 01:37

Sábado, 28.09.13

AFINAL, O PROBLEMA É HAVER ELEIÇÕES...

E diz Crato que, no nosso país, se fala tanto de problemas na abertura do ano letivo por haver eleições, garantindo que na segunda-feira já tudo estará calado. Espantoso! Ao que parece, segundo este ministro, o atraso na colocação dos professores, a falta de professores que se mantém em muitas escolas, a falta de trabalhadores não docentes, a confusão com os manuais escolares, a tardia homologação de turmas e não de todas as que as escolas necessitavam, as turmas com diversos ano no 1.º Ciclo, as turmas com mais alunos do que o número legalmente estabelecido, o desrespeito pelos alunos com necessidades educativas especiais - e são várias as situações que desrespeitam princípios básicos da escola inclusiva -, enfim, tudo o que se passou e ainda se arrasta no sistema educativo, afinal, são problemas que não aconteceram, não passando de propaganda agitada por perigosa gente, decerto, ao serviço da oposição.

Talvez quando, segunda, terça, na próxima semana, no próximo mês... os problemas continuarem a ser denunciados, oiçamos Crato a dizer que em 26 de maio de 2014 já ninguém falará do assunto, pois, se tudo correr como previsto, em 25 de maio há novas eleições, no caso, europeias. E como em democracia há eleições regularmente, Crato até poderá dizer que enquanto houver democracia haverá sempre quem levante a voz para criticar o que se passa, nomeadamente na Educação. Bom, se conseguir dizer isso terá, finalmente, dito alguma coisa acertada.

Autoria e outros dados (tags, etc)

por insubmisso-sempre às 18:32


Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Março 2014

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031