Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

insubmisso-sempre


Sábado, 25.01.14

Pt q Pr a Px

São, na verdade, abjetas muitas das formas como se concretizam as praxes. Para chegar ao topo de hierarquia basta berrar que nem um parvo e beber que nem esponja. E depois é aquela figurinha estúpida de quem vai ao lado da manada com ar superior, faltando, no entanto, saber o principal: superior a quê?

Tem razão Pacheco Pereira sobre a abjeção:

http://www.publico.pt/sociedade/noticia/a-abjeccao-1621031

E tínhamos também nós razão, pessoal da UEC, quando nos finais dos anos 70 decidimos dar uns encostos nos jotas da direita (s, com e sem d) que forçaram a reposição da praxe. Perdemos, claro, porque o peso do negócio foi mais forte. O comércio, a restauração, as cervejeiras e os partidos do agora chamado arco do poder nunca se deixariam derrotar perante tão  tão apetecível coisa. Uma vez mais, o dinheiro e a estupidez sairam a ganhar.

Autoria e outros dados (tags, etc)

por insubmisso-sempre às 16:18


Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Março 2014

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031